Anatel investiga violação nos sistemas das operadoras de telecom

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta terça-feira que está investigando se os sistemas das operadoras de telecomunicações brasileiras foram violados, após as denúncias de espionagem feitas pelo ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos Edward Snowden.

Segundo o vice-presidente da Anatel, Jarbas Valente, é obrigação da agência instaurar processo de averiguação para saber se houve violação de informações de empresas e cidadãos brasileiros. “É obrigação da Anatel, do ponto de vista legal, instaurar um processo de averiguação para verificar se, de fato, os sistemas hoje utilizados pelas operadoras de telecomunicações e toda estrutura foram de alguma forma violados”, disse Jarbas, durante audiência pública na Câmara dos Deputados.

De acordo com o vice-presidente da Anatel, a maior parte das empresas questionadas já entregou as informações, e a partir daí, será verificado se haverá alguma necessidade de fixar um procedimento administrativo.

O objetivo da avaliação é determinar se houve violações e onde ocorreram falhas na estrutura. “Empresas que estão sendo avaliadas tem dado retorno. Caso seja necessário, vamos aprofundar”, disse Valente.

Já o presidente do SindiTelebrasil, Eduardo Levy, que representa as empresas, afirmou que as operadoras agiram de acordo com a lei brasileira. “Nenhuma operadora fornece ou facilita informações que possam quebrar o sigilo de seus usuários”, disse.

Depois das denúncias de espionagem feitas pelo prestador de serviços Edward Snowden, Anatel investiga suposta violação do sistema das operadoras brasileiras. O caso, com certeza, envolverá questões de política externa e diplomacia, área que a ESJUS oferece mestrado na Argentina, uma vez que o vice-presidente da Anatel afirmou que será verificada a violação de dados de cidadãos brasileiros. Confira nossa oferta de Mestrado em Diplomacia e Política Externa.

Fonte:  http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201308202043_RTR_SPE97J07C

Tags: No tags